Azeite de Oliva : Benefícios do “Ouro Liquido”

0

Azeite de Oliva

O azeite de oliva é conhecido há mais de cinco mil anos e foi denominado de “ouro líquido” nos países do Mediterrâneo.
Hipócrates considerava o azeite de oliva um poderoso remédio, ele utilizava o azeite para aliviar dores e tratar ferimentos.
Na antiguidade, o azeite de oliva era utilizado em rituais de saúde e beleza durante os banhos.

Hoje, o azeite de oliva é a base da cozinha na região do Mediterrâneo.
Lá, esse ingrediente é utilizado no preparo de toda refeição, e não só para temperar saladas.
A alimentação desses países é considerada um exemplo de dieta saudável por médicos do mundo todo.

De alguns anos para cá, o azeite de oliva ganhou o status cientificamente comprovado de aliado do coração e está entre os alimentos essenciais de uma dieta saudável.
A substância oleosa extraída das azeitonas tem um índice elevado de ácidos graxos monoinsaturados como o ácido oléico, eficaz na redução dos níveis de colesterol LDL no sangue.
Esse tipo de gordura, provoca a desobstrução das artérias, ajudando a saúde do coração.
Ao mesmo tempo, a composição do azeite de oliva mantém os níveis de HDL, chamado de bom colesterol, porque absorve os cristais de LDL das artérias e leva-os ao fígado para eliminação.
O azeite extra virgem também contém diferentes vitaminas (A, D, K e E)

Os benefícios do azeite se estendem ainda a outras partes do corpo.
Pesquisadores da Universidade de Valme, na Espanha, observaram que o azeite de oliva combate o micro-organismo por trás da gastrite;
Cientistas do Instituto Monell, nos Estados Unidos, encontraram no azeite uma molécula que oferece alívio para as dores crônicas;
Pesquisadores da Universidade de Jáen, na Espanha, notaram que o alimento combate a osteoporose; e outras pesquisas já apontaram a ação preventiva em tumores.

O azeite que realmente possuí todos esses benefícios é o extra virgem e ele não sofre nenhum refino químico e é prensado a frio, o que mantém seus nutrientes benéficos.
O azeite extra virgem é o mais saudável de todos os tipos de azeites.
Para ser um azeite extra virgem ele deve ter acidez até 0,8%*.
Cada colher de sopa de azeite fornece em torno de 62 calorias.

Além de fazer bem ao coração, o azeite derivado das oliveiras também é uma fonte rica em vitamina E e antioxidantes como o caroteno e polifenóis, capazes de combater os radicais livres, que envelhecem as células.
Dessa maneira, as propriedades do azeite de oliva têm efeito protetor contra uma série de doenças degenerativas, entre as quais a cardíaca.
Uma prova disso é a longevidade dos habitantes da região do Mediterrâneo, que ultrapassam os 80 anos com baixos índices de problemas cardíacos quando comparados aos países do Ocidente.

Quatro Propriedades importantes do Azeite extra virgem:

1 – Ação antioxidante e Rejuvenescedora.
O azeite de oliva tem ação antioxidante por conter vitaminas que mantem a pele rejuvenescida.
Os antioxidante contidos no azeite tem propriedades anti-inflamatórias e é indicado como um hidratante facial para quem tem a pele seca.
Lábios rachados também pode se beneficiar dos efeitos terapêuticos do azeite.
O consumo de azeite de oliva pode fazer bem para a saúde da pele, pela grande quantidade de vitamina E.
Alguns profissionais de beleza indicam a aplicação direta do azeite na pele e cabelos, motivo pelo qual o alimento está presente na composição de alguns cosméticos de beleza e tratamentos em spas.
Existem diversas receitas caseiras que vão desde máscaras para fios de cabelo danificados até removedores de maquiagem.

2 – Protege o coração e cérebro
O azeite consegue reduzir a formação de placas ateromatosas (compostas por lipídeos e tecido fibroso), que são responsáveis por obstruir as artérias.
Também é rico em vitamina E, protegendo de câncer e doenças cardíacas, como o infarto.
Além disso, já foi comprovado pelos pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, na França, que ajuda a prevenir derrames.

3 – Reduz o mau colesterol
O azeite é um dos principais alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas , que ajudam a conter o mau colesterol (LDL – Lipoproteína de Baixa Densidade).
Se ingerido moderadamente é capaz até de reduzir as taxas do colesterol ruim e aumentar as taxas do colesterol bom.

4 – Protege contra a osteoporose
De acordo com estudos realizados na Universidade de Córdoba, na Espanha, o azeite contém uma substância chamada oleuropeína, anti-inflamatório que tem os mesmos efeitos do cálcio no organismo.
Consumir moderadamente ajuda a prevenir a osteoporose.
As novas conclusões são fortemente a favor do consumo moderado de gorduras saudáveis como as dos óleos de oliva e nozes, principalmente, por serem vistos como parte integrante de uma dieta saudável e completa.

NADA DE EXAGEROS

Apesar de todos os incentivos de consumo, o azeite de oliva é uma gordura e, como tal, é calórico para o corpo. Por isso, deve ser consumido com moderação.
Para sentir os benefícios para a saúde sem exagerar, recomenda-se ingerir duas colheres de sopa (23 gramas) por dia.

COMO USAR E CONSERVAR

Com relação ao estado de conservação sabe-se que o azeite de oliva não é como o vinho.
Ele deve ser consumido o quanto antes, dentro do seu próprio ano de produção.

Para conservá-lo, deve-se evitar a exposição prolongada ao ar, à luz solar direta e ao calor.
O ideal é adicionar azeite de oliva nas preparações frias ou em refogados e ensopados, após serem retirados do fogo.
Para aproveitar todos os benefícios do ingrediente, este não deve ser levado ao fogo, pois componentes importantes como os antioxidantes podem ser alterados.

Então aproveite todos os benefícios de azeite e consuma-o diariamente.

image_pdfimage_print
Compartilhar

Sobre o autor

Deixar comentário